14 de Agosto 2016 - Xutos & Pontapés fecham Festival do Marisco 2016 e prometem casa cheia

Mais de três décadas depois do arranque, os Xutos & Pontapés são o emblema do que significa rock’n’roll em português, feito por portugueses, para portugueses. Pois é, são mesmo eles que encerram o Festival do Marisco deste ano. Por cá já passaram muitas vezes e sempre com casa cheia. Prevê-se mais um sucesso a 14 de agosto!

Donos de um acervo de clássicos que faria muitas bandas ‘roerem-se’ de inveja, os Xutos & Pontapés são verdadeiros “animais de palco” que vivem para a festa dos concertos que cimentam a sua ligação indestrutível com o público, sempre presente à chamada.

Braços cruzados em X a celebrar a maior longevidade de uma carreira rock neste cantinho à beira-mar plantado, duas guitarras a abrir, uma bateria a bombar, o baixo a marcar a pulsação, 1-2-3-4, três acordes básicos e a correria desenfreada do cavalo à solta e eis que o palco é deles!

Tim, Zé Pedro e companhia são a garantia de uma noite em grande num espetáculo onde os maiores sucessos não podem faltar no alinhamento previsto para o palco do Jardim Pescador Olhanense.

Há 38 anos que é assim e vai continuar a sê-lo enquanto Tim, Zé Pedro, Kalú, João Cabeleira e Gui continuarem a acreditar na força do rock'n'roll, na energia de estar em palco e a partilhar estas canções com o público que fez delas hinos. Os Xutos continuam a ser a locomotiva rock’n’roll que arrasta multidões: gerações inteiras, pais e filhos, juntos a celebrar canções que já fazem parte da nossa história. Da nossa vida.

Assim, temas como Homem do Leme, A Minha Casinha, Contentores, Não Sou o Único, À Minha Maneira, Para Ti Paria, Chuva Dissolvente, Ai Se Ele Cai, O Mundo ao Contrário ou Dia de S. Receber são, com certeza, canções que todos entoaremos em uníssono nesta noite quente de agosto.